IPTU Progressivo na cidade de São Paulo


IPTU Progressivo não passa.
Base de Kassab boicota votação do IPTU progressivo.



Na primeira sessão extraordinária, o PL 458/09, do vereador José Police Neto, que obriga proprietários de imóveis não utilizados ou subutilizados a obedecer o critério da função social da propriedade urbana na cidade, não foi votado por falta de quórum, o mais bizarro é que o painel do Plenário registrava a presença de 46 vereadores, porém só 32 votaram,

Um fato estranho é que no momento da votação o painel do Plenário registrava a presença de 46 vereadores, porém só 32 votaram, todos a favor, para passar, o projeto precisaria de pelo menos 37 votos.



Police Neto disse que vai submeter o projeto novamente à aprovação nas próximas sessões. "Começo a trabalhar ainda hoje para conquistar os votos que me faltaram para votar quem sabe na quarta-feira da semana que vem", afirmou. Alguns vereadores disseram que não votaram no PL porque não concordam com a questão da desapropriação e do pagamento com títulos da dívida.

Votaram 'sim' os vereadores Antonio Carlos Rodrigues (PR), Anibal Filho (PSDB), Atilio Francisco (PRB), Carlos Alberto Bezerra (PSDB), Carlos Apolinário (DEM), Celso Jatene (PTB), Chico Macena (PT), Claudinho (PSDB), Claudio Prado (PDT), Claudio Fonseca (PPS), Dalton Silvano (PSDB), Eliseu Grabriel (PSB), Floriano Pesaro (PSDB), Gabriel Chalita (PSB), Gilson Barreto (PSDB), Antonio Goulart (PMDB), Italo Cardoso (PT), João Antonio (PT), Jooji Hato (PMDB), Jose Police Neto (PSDB), Juscelino Gadelha (PSDB), Zelão (PT), Mara Gabrilli (PSDB), Marcelo Aguiar (PSC), Milton Ferreira (PPS), Netinho de Paula (PCdoB), Noemi Nonato (PSB), Paulo Frange (PTB), Penna (PV), Quito Formiga (PR), Souza Santos (PSDB) e Toninho Paiva (PR).


Ao menos três versões circularam entre vereadores para explicar o fato de o DEM não ter votado projeto de José Police Neto (PSDB), líder do governo, sobre IPTU de imóveis ociosos.

Uma dava conta de que o governo quer tirá-lo da liderança.
Outra, que foi queda de braço entre candidatos a presidir a Casa em 2010.
E a última, de que foi “fato normal” e que o projeto será votado após o feriado. A conferir.

Fonte: JT 29/10 / Vereadores pps


Gostou? Então assine:
Assine nosso RSS Assine nosso RSS via e-mail ou Siga-me no Siga-me no Twitter Ou Re-Tweet :



Adicione aos Favoritos: Adicionar ao Blogblogs Adicionar ao Rec6 Adicionar ao Linkk Adicionar ao Technorati Adicionar ao Delicious Adicionar ao Google Adicionar ao Yahoo
Twitter Facebook Twitter

1 comentários:

  Anônimo

22 de novembro de 2009 22:23

CAD~E O PROJETO DE VALORIZAÇÃO DA GCM QUE SERIA ENTREGUE ATÉ O FINAL DESSE MÊS?