Vereadores querem revogar título do Cidadão Paulistano Roger Abdelmassih

Eles não nasceram em São paulo, na maioria das vezes nem moram aqui. Mas recebem o título de Cidadão Paulistano após cair nas graças de algum vereador amigo.

Segundo pesquisa maioria dos projetos são nome de rua, data comemorativa, Distribuição de medalhas e títulos.

Câmara de São Paulo adia votação sobre Roger Abdelmassih, vereadores querem revogar título de Cidadão Paulistano.

Câmara Municipal de São Paulo adiou para as próximas sessões a votação sobre a retirada do título de Cidadão Paulistano concedido em 2002 ao médico Roger Abdelmassih, preso desde 17 de agosto e acusado de 56 estupros contra clientes de sua clínica de fertilização, localizada em um bairro nobre da capital paulista. O projeto era o quarto item da pauta desta quarta-feira (26).


"Caso essa iniciativa por parte da Câmara Municipal de São Paulo se concretize fica claro que os vereadores foram no embalo e na sedução do sensacionalismo criado por uma parcela da mídia e com uma intenção clara de agradar seus eleitores. É preocupante que os vereadores da cidade de São Paulo desprezem o princípio da presunção de inocência", disse o advogado de Roger Abdelmassih, José Luís de Oliveira Lima.



O G1 fez contato com a ex-vereadora Myriam Athiê, que propôs a homenagem ao médico em 2002, mas ela não retornou.



O autor do requerimento, vereador Adilson Amadeu, disse que 42 vereadores apoiaram o requerimento que pede a retirada do título concedido ao médico, cinco a mais do que os 37 votos necessários.



Transferido na terça-feira (25) para um presídio de Tremembé, a 71 km de São Paulo, Roger Abdelmassih teve o registro da profissão suspenso por tempo indeterminado no último dia 18 por decisão do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp). O médico responde a 51 processos ético-profissionais contra ele.

A Clínica e Centro de Pesquisa Abdelmassih, por meio de nota, afirmaram que mantêm padrões éticos e legais nos procedimentos médicos realizados em suas pacientes. O centro médico é gerenciado por Abdelmassih. O médico também é investigado por suposta manipulação genética. O Cremesp abriu 51 processos ético-profissionais contra o profissional.

Mais [Link].

Fonte: G1 / Foto: Antonio Milena


Gostou? Então assine:
Assine nosso RSS Assine nosso RSS via e-mail ou Siga-me no Siga-me no Twitter Ou Re-Tweet :



Adicione aos Favoritos: Adicionar ao Blogblogs Adicionar ao Rec6 Adicionar ao Linkk Adicionar ao Technorati Adicionar ao Delicious Adicionar ao Google Adicionar ao Yahoo
Twitter Facebook Twitter

0 comentários: